Skip to content Skip to left sidebar Skip to footer

Campanha de vacinação contra Influenza – 2024

Campanha de vacinação contra o Influenza - 2024

Publico alvo: crianças de 6 meses a 6 anos de idade; funcionários do sistema prisional; forças de segurança e salvamento; trabalhadores de transporte coletivo; idosos de 60 anos ou mais; portadores de doenças crônicas e com deficiência permanente; profissionais da rede de ensino; trabalhadores da saúde; forças armadas; gestantes e puérperas; caminhoneiros. Levar carteirinha de vacinação, documentos e3 cartão SUS.

No último dia 25, o Ministério da Saúde deu início à Campanha Nacional de Vacinação contra a influenza com o objetivo de imunizar pelo menos 90% do público-alvo, que inclui crianças, idosos, gestantes e trabalhadores de diversos setores. 

A campanha, que acontece todos os anos entre os meses de abril e maio, foi antecipada para assegurar a proteção da população antes do inverno, período de maior circulação do vírus da gripe. Em 2023, a doença causou 12 mil hospitalizações, sendo 4 mil de crianças de até 6 anos, segundo Boletim Epidemiológico da Secretaria de Vigilância em Saúde e Ambiente. Ao todo, foram 1.139 óbitos.

Nesta Campanha devem se vacinar crianças de 6 meses a menores de 6 anos, gestantes, puérperas, idosos, povos indígenas, professores, profissionais da saúde, pessoas com deficiência, pacientes com doenças crônicas, trabalhadores de transporte coletivo, entre outros grupos prioritários. As crianças que serão imunizadas contra a gripe pela primeira vez deverão receber duas doses, com intervalo de 30 dias entre as aplicações.

Para a efetividade da campanha, é imprescindível que a população compareça a um posto de vacinação dentro do prazo estipulado. A ação é pensada para garantir que as pessoas mais vulneráveis à gripe estejam com o mais alto nível de anticorpos protetores já ativos no organismo entre junho e julho. Assim, o pico da imunidade da população coincide com o momento de maior circulação do vírus.

Importante: quem tomou o imunizante em 2023 ou nos anos anteriores também deve receber a vacina atualizada.

Pular para o conteúdo